Vestido de coelho da Páscoa, síndico diverte crianças em isolamento
Vestido de coelho da Páscoa, síndico diverte crianças em isolamento
Obrigadas a passar o feriado em casa por conta da pandemia do novo coronavírus, famílias do Setor Noroeste, no Distrito Federal, se surpreenderam com a passagem de um coelho da Páscoa na noite de sábado (11). Em cima de um trio elétrico, o personagem percorreu as ruas da região para animar crianças em isolamento social (veja vídeo acima).
O homem por baixo da fantasia é Cristiano Ricardo Vaz de Melo, de 44 anos, síndico de um condomínio no bairro. Ele já costumava se vestir de coelho para animar familiares em brincadeiras de caça aos ovos de Páscoa.
Mas neste ano, diante da pandemia, ele resolveu ampliar a iniciativa. "Já que não podem sair, as crianças podem ver o coelho passando na rua. Assim, as famílias podiam usar a ideia de que o coelho estava passando para deixar o ovo de Páscoa para o dia seguinte", explica.
Síndico se veste do coelho da páscoa para alegrar crianças em isolamento social no Setor Noroeste, no DF — Foto: Tasso Mendonça/Arquivo pessoal Síndico se veste do coelho da páscoa para alegrar crianças em isolamento social no Setor Noroeste, no DF — Foto: Tasso Mendonça/Arquivo pessoal
Síndico se veste do coelho da páscoa para alegrar crianças em isolamento social no Setor Noroeste, no DF — Foto: Tasso Mendonça/Arquivo pessoal
Moradores de condomínios e comerciantes do Setor Noroeste colaboraram com a iniciativa. Juntos, fizeram uma vaquinha para o carro de som. "Ficou todo mundo ansioso para a chegada do coelho", conta Cristiano.

Medidas de prevenção

O síndico administra um condomínio que conta com cerca de 72 famílias. Ele conta que os vizinhos se organizaram para manter as regras de isolamento social. A determinação foi reforçada na neste sábado.
"Pedimos que ninguém descesse do apartamento, pois a ideia era justamente divertir as crianças pela janela", destaca.
Das janelas, famílias acenam para 'coelho da Páscoa', no Setor Noroeste, no DF  — Foto: Tasso Mendonça/Arquivo pessoal Das janelas, famílias acenam para 'coelho da Páscoa', no Setor Noroeste, no DF  — Foto: Tasso Mendonça/Arquivo pessoal
Das janelas, famílias acenam para 'coelho da Páscoa', no Setor Noroeste, no DF — Foto: Tasso Mendonça/Arquivo pessoal
Além de tentar manter os pequenos nos apartamentos, Cristiano conta que moradores tem sido solidários com os vizinhos em grupo de risco.
"Temos oferecido ajuda para comprar pão para idosos, por exemplo, para que esse grupo de risco evite se expor", afirma.
Família acena para coelho da Páscoa no Setor Noroeste, no DF  — Foto: Tasso Mendonça/Arquivo pessoal Família acena para coelho da Páscoa no Setor Noroeste, no DF  — Foto: Tasso Mendonça/Arquivo pessoal
Família acena para coelho da Páscoa no Setor Noroeste, no DF — Foto: Tasso Mendonça/Arquivo pessoal

Coronavírus no DF

Nos boletins da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), o Setor Noroeste está inserido na área do Plano Piloto, que concentra o maior número absoluto de infectados pelo coronavírus. Até este sábado, o local contava com 166 casos entre os 592 registrados em toda a capital.
Ainda segundo os dados divulgados no sábado, a região do Lago Sul, permanece com a maior incidência do vírus para cada 100 mil habitantes. São 62 infectados ao total.
Informações do G1 DF.